SAÍDA DE YAÔ NO NO ILÉ AŞÉ DO PAI GEOVAŅO DE AJAGÙNNỌN

Clique nas fotos para ampliá-las

Como sempre, o barracão muito bem preparado, e quando soaram os atabaques começou a primeira festa do ano no barracão do Pai Jeovano. Uma festa de iniciação daqueles que querem comungar na religião que é uma das religiões pertencentes à formação cultural dos negros, e que faz parte de nossas origens africanas. Pai Jeovano foi quem nos falou dessa saída e sobre as quatro partes do ritual que se sucederam:

A festa de hoje é uma saída de yaô. A primeira Dofona de Oxum; a Dofonitinha de Oxum também; a Fômu de Iemanjá; e o Dofono de Logun Edé, que nós estamos cedendo a casa pro pai de santo tirar o yaô dele. Então são dois barcos que estão saindo hoje. Um barco meu e o outro do Pai Bosco de Oxum. A festa de hoje é a saída do santo, é o início da vida religiosa da pessoa que entra pro Candomblé, pra ser sacerdote um dia, ou mesmo somente dar obrigação.

A primeira saída deles foi a saída da alá enin, na qual o yaô sai com oxu na cabeça, que significa o crescimento, a elevação do yaô, todo pintado como se fosse um picote, o símbolo maior do Candomblé.

A segunda saída foi de ocodidé, mostrando que o yaô recebeu bicho de pena, que foi feito o que devia ser feito.

A terceira saída é a saída do nome. A gente pega um dos participantes, que seja da religião, pro yaô dar o oruncó, o nome do yaô.


A quarta saída é a saída de luxo, quando o santo vem evoluir, fazer sua evolução na sala, mostrar através de danças o que ele foi, o que ele é, o que ele gosta, o que ele come, a evolução do rum, como a gente chama, a dança de luxo com a roupa de luxo…

Depois disso, eles vão passar mais três meses de obrigação, que são os preceitos que o santo exige do quelé, vão voltar à vida cotidiana, vão poder sair, mas não podem ultrapassar certas horas, todo um conjunto de restrições como ao preceito convém.

Pai João Bosco de Oxum nos falou da importância dessa saída de um yaô seu no barracão do Pai Jeovano, devido ao seu próprio barracão está em reformas:

É um yaô que está em transe com um orixá chamado Logun, que é filho de Oxum e Oxóssi. Ele se esconde nas águas de Oxum e nas matas de Oxóssi, por isso que é metade azul, metade amarelo. É considerado o príncipe da família real, Oxum é a rainha, Oxóssi o rei, e ele é o príncipe, filho da junção dos dois. É um orixá da riqueza, e também da beleza, da fartura também, por ser filho do dono da caça, do amor, da beleza e da fertilidade.

E Pai Jeovano convidou todos que comungam ou simpatizam com a religião do Candomblé para a próxima festa de seu barracão:

Sábado que vem, dia 19, a partir das 19h, vai haver a saída de um ogã, que é o iniciado pra tocar o atabaque, ou cortar bicho, ou fazer sala para os visitantes. O ogã que vai sair é alagbê, o ogã que toca atabaque, vai sair com Oxalá, que é o dono da casa. Oxalá vai tirar ele na sala e dar o nome dele na sala. Desde já, todas as pessoas estão convidadas…

End.: Rua Belforroxo, s/n – Jorge Teixeira IV

13 thoughts on “SAÍDA DE YAÔ NO NO ILÉ AŞÉ DO PAI GEOVAŅO DE AJAGÙNNỌN

  1. Amei as fotos e amo essa religiao!!!!
    sabe minha mae carnal e da iemanja ogunté tem 14 ano de santo,minha vo e de ogum xoroque,e eu estou com minha cabeça em guerra desde meus 3 anos de idade e naum fiz nada ainda pois ano passado dei um bori quem me pegou foi iansa,mas vi os buzios essa semana passado e quem respondeu foi oxum e ela seras dona de minha cabeça?????
    pois vou fazer santo em junho desse ano mas estou com medo e duvidas a quem realmente pertence minha cabeça!!!
    desculpe esta te contando isso mas eu precisava desabafar!!!
    fico grata se vc puder me responder pois estou muito confusa e naum tenho sorte em nada pois o homem que amo faz de tudo para me ver sofrer e chorar!!!
    pois espero que meu orixa me ajude!!!
    desculpe novamente desabafar!!!!
    bjus fran!!!!!!

  2. Douglas de Oxalá e Mauricio de Oxum,
    todas as festas no barracão de Pai Geovano são maravilhosas e o culto aos orixás é feito com alegria e fé por todo o seu ilé; por tal, quando há saídas em seu barracão é sempre uma festa de enaltecimento ao Candomblé e à cultura afro-brasileira. Axé!
    Francis Lauren,
    Pai Geovano adiantou que provavelmente seu ori é regido por dois orixás e, pelo fato de você estar realizando as obrigações a um e não ao outro, é que sua cabeça está em guerra. Mas ele acrescenta que essa situação só pode ser resolvida em um terreiro. Você tem de ter certeza no jogo de búzios. Caso você seja de Manaus, você pode procurar Pai Geovano e ele poderá ajudá-la. Seu endereço é Rua Belforroxo, s/n, Jorge Teixeira IV; ou pelos telefones (92)3682-5727//3638-7472//8111-5335. Com certeza Pai Geovano lhe atenderá com sua ternura e sua sabedoria. Axé!

  3. adorei as fotos pois aqui ultimamente so vemos folclore e disputa por cabeça falaçao e comentarios indevidos não se respeitão mais a religião e o orixa mal se fazen santoja estao falando em abrir casa estou com desenove anos de santo nem pensseia em dar oie felicidades continuem sempre assim me mande se puder algo para trazer meu filho de volta pra casa pois tiraram de mim com macumba muito obrigada

  4. é impressao minha ou o yawo ta so com metade do ori raspado?
    qual e o preceito da casa em relação a isso?
    raspam depois?
    o orixa quem mandou?
    como é?
    sou do Axe Oxumare-ketu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.